A Sociedade Bíblica do Brasil NÃO SABIA? - "Bíblia Cristão Homoafetivo"

A Bíblia Comentada Graça sobre Graça seria chamada de "Bíblia Cristão Homoafetivo"). Portanto, é inconcebível a ideia de que a Sociedade Bíblica do Brasil não estava ciente do teor dos comentários que seriam colocados na Versão Almeida Revista e Corrigida



Autor da Bíblia Comentada Graça sobre Graça, também conhecida como "Bíblia Gay", ameaça mover processo contra a Sociedade Bíblica do Brasil por difamação e calúnia. O provável processo terá como objeto motivador a nota emitida pela Sociedade Bíblica do Brasil a um portal Gospel, por meio da qual o autor da Bíblia passou a ser desmoralizado diante da sociedade cristã, que entendeu que o mesmo ocultou informações para obter o contrato com a instituição.
O contrato entre o pastor da Comunidade Cristã Incluídos pela Graça de Brasília e a Sociedade Bíblica do Brasil tem sido motivo de muitas controvérsias. Este contrato teve sua formalização em 2014 e sua rescisão em 2015. Devido à grande repercussão causada por uma matéria da Revista Veja Brasília sobre o projeto, setores fundamentalistas e executivos da Sociedade Bíblica do Brasil insistiram por um acordo que culminasse com o distrato (O que aconteceu por meio de um acordo entre as partes). No entanto, o que o autor do projeto alega é que todo o trâmite até a formalização do contrato foi legal (o que ratifica a lisura do trabalho do Pastor Marvel Souza como comentarista bíblico) e que o distrato só foi formalizado porque houve um acordo entre as partes.

Isso significa que, em nenhum momento a Sociedade Bíblica do Brasil ficou sem informações sobre o pedido de Cessão de Uso de Texto Bíblico por parte do Pastor Marvel Souza (O processo de pedido de Texto Bíblico teve início em 2012 e passou por ajustes – A Bíblia Comentada Graça sobre Graça seria chamada de "Bíblia Cristão Homoafetivo"). Portanto, é inconcebível a ideia de que a Sociedade Bíblica do Brasil não estava ciente do teor dos comentários que seriam colocados na Versão Almeida Revista e Corrigida. Quando assinamos o contrato em 2014 eles estavam cientes de todo os trabalhos que seriam feitos. Ademais, os encontros que tivemos em Brasília estão registrados em áudio.

Contrato entre o Pastor Marvel Souza e a Sociedade Bíblica do Brasil


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Uma reflexão sobre o Tempo (Esboço de pregação)

ARMAD@S E PERIGOS@S

Esterilidade Espiritual